Skip to content

Com a telemedicina, a oftalmologia fica mais acessível

A oftalmologia é uma das especialidades médicas mais procuradas pelos brasileiros quando o objetivo é fazer consultas de acompanhamento e exames de rotina.

E existe uma explicação pra isso! A visão é um dos sentidos mais importantes do ser humano, e não podemos negar que qualquer prejuízo no dia a dia gera impactos diretos na qualidade de vida – muitas vezes observados instantaneamente.

Na prática, por outro lado, os últimos anos não foram tão favoráveis à especialidade. 

Durante a pandemia de Covid-19, de acordo com um levantamento do Conselho Federal de Medicina (CFM), os procedimentos realizados pelos oftalmos – incluindo consultas – caíram de 18,5 milhões em 2019 para 12,2 milhões em 2020. Esse número representa uma queda de 34%, a maior entre todas as áreas médicas mapeadas na pesquisa.

Qual seria a melhor saída, portanto, para mudar esse cenário? A resposta já está entre nós, mais precisamente na telemedicina!

POR QUE INVESTIR EM TELEOFTALMOLOGIA?

Em um artigo publicado na Revista Veja Bem, o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) defende a teleconsulta como uma tendência que veio para ficar.

Além de resolver os desafios do isolamento social e permitir que mais pessoas pudessem se consultar sem sair de casa e se expor ao vírus, a teleoftalmologia também se mostrou uma importante ferramenta de democratização do acesso à saúde.

Pense bem… Mesmo com o fim da pandemia, muitas pessoas ainda terão dificuldades para encontrar um profissional qualificado e com disponibilidade para atendê-las com conforto, rapidez e segurança. Isso se explica, por exemplo, pela baixa oferta de médicos nas regiões mais remotas. O próprio CBO destaca que quase 80% dos municípios têm menos de 20 mil habitantes, o que inviabiliza a presença de especialistas e grandes hospitais.

Ao longo dos últimos dois anos, a telemedicina já colheu resultados positivos em vários cenários, tais como o telemonitoramento de Covid-19, os tratamentos oncológicos, e o acompanhamento de crônicos. Na oftalmologia não é diferente.

As consultas remotas têm o potencial de estreitar as distâncias e fazer com que um número cada vez maior de pacientes crie o hábito de cuidar dos olhos. Com poucos cliques, indivíduos tiram dúvidas, solicitam exames, apresentam os resultados, encontram tratamento qualificado e diminuem, consideravelmente, os riscos de perderem a visão pela falta de assistência médica. Tudo isso, é claro, sem se locomover, gastar com transporte, ou buscar um espaço maior na agenda.

COMO SÃO FEITOS OS EXAMES NA TELEOFTALMOLOGIA?

Mesmo à distância, é possível traçar estratégias que permitam uma avaliação completa do paciente.

Segundo o CBO, exames como a aferição da acuidade visual, fundo de olho, teste de refração e reflexo da pupila, alguns dos mais comuns, podem ser realizados presencialmente em uma clínica com o apoio de um profissional auxiliar. Ao mesmo tempo, o especialista pode acompanhar em tempo real de qualquer lugar do país, on-line, por áudio e vídeo, dando os direcionamentos e interpretando os resultados. Em linhas gerais, esse processo funciona tanto para os acompanhamentos de rotina quanto para as análises de pré e pós-operatório. 

Em um futuro não tão distante, a expectativa é que surjam cada vez mais acessórios e ferramentas com Inteligência Artificial (IA) que permitam detectar alguns indicadores e imagens oculares automaticamente, enviando todos os sinais em tempo real para um sistema médico.

Invista na transformação digital da sua clínica

Com tantos benefícios práticos, muitos médicos já aderiram à telemedicina em seus consultórios. E você, doutor, precisa de ajuda nesse processo? Conte com a gente!

A AnClinic oferece a profissionais de todo o país um sistema pioneiro, moderno e repleto de recursos que elevam as teleconsultas a outro patamar. Além de oferecer um ambiente seguro, intuitivo e frequentemente atualizado, nossa plataforma também entrega diferenciais como o agendamento on-line de consultas, prontuário eletrônico personalizável, prescrição digital de medicamentos, armazenamento em nuvem, criptografia de dados e muito mais!

Navegue pelo site, confira todos os detalhes e faça o seu TESTE GRATUITO.

Postagens Relacionadas
imagem blog

O que a minha clínica precisa para começar a usar a telemedicina?

Economia, agilidade e modernização: estes são alguns dos benefícios que a telemedicina pode trazer para a sua clínica. O recurso permite a expansão dos atendimentos, o aumento das especialidades clínicas
imagem blog

Você sabia que agendamentos on-line são MENOS cancelados?

O cancelamento de consultas é uma das principais preocupações dos médicos e serviços de saúde. Mas, o que poucas pessoas sabem é que essa dor de cabeça pode ser evitada!
imagem blog

Meu médico sugeriu uma consulta on-line, como funciona?

Com o surgimento da pandemia de Covid-19 e a necessidade de respeitarmos o isolamento social, o número de atendimentos remotos aumentou consideravelmente em todo o país. Por se tratar de

Nenhum comentário ainda, adicione logo abaixo!


Adicionar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.